Até dia 5 do corrente será possível visitar a exposição de gravuras recentes de Guita Soifer, na Sala de Exposições Temporárias do Museu da Gravura Cidade de Curitiba (Rua Carlos Cavalcanti, 533 – 1º andar).

São várias as salas que abrigam as gravuras em metal, nas quais a artista plástica exerce o seu poder de síntese. Sobre grandes superfícies de papel não emoldurado, mas pendente e seguro por grampos metálicos, Guita Soifer trabalhou pequenas áreas que resultaram numa interessante fragmentação. E ao passar tais imagens fragmentadas para o suporte de papel, forçou os metais criando pequenas tridimensionalidades ou relevos que compõem, magnificamente, com o preto (da gravura) e os extensos brancos do suporte.
Gravura em metal de Guita Soifer:

Cada uma dessas salas exibe um conjunto de trabalhos que diferem entre si. Numa das referidas salas há uma única obra, pendurada na parede, que está reproduzida no chão de madeiras largas do Solar, como que refletida – e ampliada – por um espelho imaginário.

Na última sala, Guita Soifer vale-se de antigas fotos que, trabalhadas no processo da gravura, fazem alusão à infância e à vida, do seu alfa ao ômega – e esta impressão é válida para toda a exposição como conjunto.

A arte de Guita Soifer leva-nos à subjetividade e, com certeza, cada visitante dará a sua própria interpretação a esse trabalho que, sabemos todos nós que conhecemos de longa data a obra da sensível artista, vem de um processo extenso e bem elaborado. Mas é a própria artista que resume nas seguintes palavras o espírito da mostra: “A realidade está presente nestas imagens, onde o universo torna-se mágico pelas paisagens que meus olhos procuram e recriam, em busca de um mundo inabitado”.

EXPRESSÃO & ARTE

0 Comentários para “Exposição de Guita Soifer no Museu da Gravura”

Deixe um comentário